Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

Afinal, o que é literatura?

Muito se fala sobre o que é ou não literatura. Quando entrei na minha graduação, no início de 2008, o assunto já causava alvoroço no curso de letras e, provavelmente, teve início bem antes de eu iniciar meus estudos superiores. De lá para cá, nada mudou, pelo visto.  O grande ponto de conflito do que vem a ser literatura está no fato de autores e professores universitários entenderem como literatura unicamente o canônico, a literatura dita clássica, como Hugo, Balzac, Voltaire, Machado de Assis, Guimarães Rosa, etc., incluindo (talvez?) os ganhadores de prêmios como o Jabuti.  Fato é que a literatura clássica exclui grande parte das produções literárias que existem, inclusive a literatura infantil como um todo. Raros autores entram na lista dos cânones e, provavelmente, são incluídos por terem conseguido agradar aos professores universitários e aos poucos autores dessa excludente seleção. Peter Hunt, em Crítica, teoria e literatura infantil (2010), evidencia e discute acerca de

Curso prático de "Direito Autoral: uma introdução" – Formação a Distância

Para celebrar de maneira ainda mais especial essa superdata de hoje, que tal se inscrever no curdo de Direito Autoral: uma introdução ? A Unil (Universidade do Livro) da UNESP está com inscrições abertas para a formação a distância sobre o tema. O curso ocorrerá entre os dias 20 de maio e 17 de junho deste ano.  Há ainda um desconto de 20%  para estudantes, bibliotecários, profissionais de editoras, livrarias e gráficas, associados da ABDR, LIBRE, EDITORES CRISTÃOS, ABRATES, ABRELIVROS, ANL, ABEU, CBL, SNEL, SEEL, demais associações do livro e funcionários da UNESP. Para maiores informações, basta clicar aqui !

Dia Mundial do Livro e dos Direitos Autorais

Hoje é o Dia Mundial do Livro e dos Direitos Autorais! Essa supercelebração literária foi criada em 1995 pela Unesco, e uma das razões de sua existência é a feliz coincidência do aniversário de morte de dois dos maiores autores do mundo: Willian Shakespeare e Miguel de Cervantes. Ambos faleceram no mesmo ano, 1616. Antes de haver essa data como celebração, o povo catalão (Espanha) celebrava a literatura distribuindo rosas a cada obra vendida neste dia. Não é demais? Para homenagear essa superdata, a mensagem de hoje é da Câmara Brasileira do Livro (CBL), que está simplesmente linda! Feliz dia mundial do livro! Feliz dia mundial dos direitos autorais!

Dia Internacional do Livro Infantil

Hoje é mais um dia de uma supercelebração literária! Dia 2 de abril é o Dia Internacional do Livro Infantil ! O mundo inteirinho hoje está refletindo sobre a importância do livro infantil e da valorização dessa literatura em todas as sociedades. Isso não é demais?  Para mim, essa é uma data mais do que especial por comemorar justamente o que mais amo revisar: o livro infantil. A minha história com esse objeto tão precioso para a infância é bem antiga e merece uma publicação mais detalhada só sobre isso (prometo que em breve contarei a minha aventura no mundo da literatura). Mas a mensagem de hoje para essa superdata vem da Câmara Brasileira do Livro (CBL).  A CBL fez uma postagem no Facebook tão singela que eu preciso compartilhar aqui com vocês. Essa imagem representa, para mim, o sentimento exato que tenho ao entrar em contato com o livro infantil: a leveza das palavras apresentadas com a sutileza e com a delicadeza que a literatura infantil é capaz de imprimir em nós. 

Os piores erros de tradução, segundo a BBC

A BBC Brasil divulgou no dia 24 de março deste ano os cinco piores erros de tradução já ocorridos até hoje. Na lista há tanto erros provocados intencionalmente quanto erros gerados por falta de domínio na língua  –  todos esses quase causaram graves problemas diplomáticos. Confira a seguir a matéria na íntegra, produzida por Fiona Macdonald, da BBC Culture:  A mais recente atualização do Google Translate, que transforma o aplicativo em um intérprete em tempo real, foi elogiada como a peça que faltava para nos trazer “a um mundo sem a barreira da língua”. Apesar de um ou outro deslize nas traduções oferecidas, o programa nos dá uma ideia de um futuro no qual não teremos mais desentendimentos linguísticos – principalmente aqueles que acabam quase mudando o rumo da História. A BBC Culture reúne aqui alguns dos piores erros de tradução cometidos no passado, como um astrônomo que teria encontrado sinais de vida em Marte e um presidente americano manifestando seu desejo se

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *